Gracie Barra Brasil

Jiu-Jitsu for Everyone
Gracie Barra wear
Search

GB Entrevista: Pai e filho – Dupla Campeã do 1º Brasileiro Interno GB

Na 1a edição do Brasileiro Interno GB crianças e adultos puderam levar para casa a experiência de estarem disputando o título do maior evento desportivo da Gracie Barra. Mais do que competir, uma dupla de atletas, em especial, levou para casa, a lembrança de um momento inesquecível em suas vidas: pai e filho competindo lado a lado.

O progenitor da história é o faixa marrom 3º grau, Rodrigo Jabor, aluno da GB Av. das Américas. Há 24
anos, Rodrigo se apaixonou pela arte suave e, embora tenha parado por um tempo, encontrou na GB a inspiração para voltar aos treinos, “Encontrei o professores BZ e  Sol que eram meus amigos de longa data e pude conhecer o maravilhoso ambiente de treino e irmandade que construíram na GB Américas. Era o que eu precisava para acender novamente a chama pelo jiu-jitsu”, lembrou.

O retorno aos treinamentos fizeram Rodrigo apresentar a arte suave ao seu filho Caio, hoje faixa cinza. Aos 12 anos e invicto a 47 disputas no judô, Caio concilia o treino das duas modalidades e junto ao pai, aperfeiçoa as técnicas da arte suave. Apesar de estarem em turmas distintas, juntos eles despertaram a motivação para o retorno do Jabor (pai) às competições, “Ele sendo um competidor no judô e vendo minha dedicação ao jiu-jitsu, praticamente exigiu que eu voltasse a competir (risos).Voltei, depois de 20 anos! Um puxa o outro e evoluímos juntos!”. O resultado? Duas medalhas de ouro no 1º Brasileiro Interno GB!

Rodrigo Jabor – Médio – Master 2

Caio Jabor – Meio-Pesado – 12 anos – Cinza

 

Embora o ambiente desportivo tenha aproximado ainda mais essa relação fraternal, o faixa marrom tem o cuidado de fazer com que seu filho não seja apenas um atleta de excelência técnica, mas de conduta exemplar. Trata-se de uma cautela em forma de exercício, que não se limita só aos dias de evento, segundo Rodrigo, “Sempre falo para ele que ganhar ou perder fazem parte do jogo. Tento deixa-lo consciente de que sozinho não se chegar a lugar algum e que todas conquistas são graças aos seus parceiros de treino. O verdadeiro campeão não é medido apenas pelas medalhas acumuladas, mas pelo exemplo que leva aos seus amigos de treino com suas atitudes”.

 

 

 

Deixe uma resposta